Boo-box

Camarão Red Crystal

Nossos amigos do NatureAqua publicaram um artigo muito interessante sobre o Camarão Red Crystal e nos permitiram publicar, na integra, aqui no Aqua Simples. Este artigo foi escrito por Marcos Ricardo.



Nome Popular: Camarão Red Crystal
Nome Científico: Caridina Sp.
Tamanho Máximo: 3,5 cm
Temperatura ideal: 21 a 25º
Tolerância de pH: 6.5 a 7.5
Distribuição: Sudeste da China

O Camarão Red Crystal é uma raça variante do Bee Shrimp (camarão abelha). Eles são exatamente a mesma espécie, a única diferença é a cor. Esta cor é alcançada com um extenso processo seletivo de reprodução como acontece da mesma maneira com Bettas e Lebistes.

Com isto, o ideal é não misturar o “Red Crystal” com o Camarão Bee, pois são da mesma espécie e muito provavelmente se acasalarão, resultando crias com cada vez menos camarões vermelhos. Mantenha a linhagem pura mantendo apenas Red Crystal com outros Red Crystal.


Sensibilidade

Todos os camarões são muito sensíveis, muito mais até do que os peixes em geral! Em fato, alguns criadores comerciais de peixes se viram arrasados quando mudaram suas criações de peixes para camarões e pensaram que fosse tudo igual. Em conseqüência, populações inteiras que pareciam estar saudáveis simplesmente morreram todas do dia para a noite.

De todas espécies de camarões, os mais sensíveis são os Red Crystal. Isso acontece pois sua bagagem genética é menor. Em fato, todos os camarões Red Crystal do mundo todo possuem seus ancestrais de um criador no Japão que encontrou 3 variantes vermelhas em meio a centenas de Camarões Bee. Estes 3 camarões avermelhados foram separados e foi feita a reprodução seletiva deles novamente. Depois de muito tempo ele conseguiu chegar ao resultado do Red Crystal que temos acesso atualmente.

Outro fator de sua sensibilidade é o seu alto valor de mercado. Isto é por causa que os importadores necessitam pagar por transportes expressos, seguro e cuidados extras. Quando o carregamento chega no local de destino, mesmo com todos cuidados vários acabam morrendo e com isso o preço dos que ficaram vivos acaba aumentando para cobrir o prejuízo dos que morreram. Os Red Crystal não são disponíveis para venda em várias partes do mundo por causa de seu alto preço de importação de pequenas quantidades, não sendo viável. Só fica sendo mais viável se forem importados à centenas, com isso os altos custos de importação acabam sendo diluídos mais facilmente entre todos os seres sobreviventes.

Ok, agora que temos uma idéia de quão sensíveis são os Red Crystal, vamos para as condições da água para cria-los.


Parâmetros da Água

Não pode haver amônia nem ao menos nitrito no seu aquário para criação. Se você não possuir um aquário devidamente ciclado, nem pense em cria-los.

Temperatura ideal: 22 a 25 graus celcius. Pode tolerar até um teto de 28 graus (mas apenas com forte oxigenação da água e uma grande área com densas plantas).

pH ideal: 6.5 a 7.5

Levemente alcalino para pH neutro é recomendado para os camarões pois as carapaças de invertebrados são alcalinas na natureza. Água muito ácida chega a ser corrosiva para a carapaça dos camarões (como também para os caracóis e caranguejos), reagindo com a casca alcalina dos mesmo causando pequenas perfurações em toda sua extensão. Em aquários de água ácida, as carapaças dos camarões são menos brilhantes pelo motivo dessas micro perfurações, parecendo uma superfície irregular.

Entretanto, se os parâmetros de sua água não são perfeitos, será MELHOR ter água com pH moderadamente baixo (ácido), porque em pH ácido as trocas nitrogenadas do aquário são bem menos tóxicas.

Este é um grande motivo das diferenças de populações de um aquário para outro, algumas pessoas falam que seus Red crystal tem um bom comportamento em aquário de água levemente ácida ao contrário de aquários com água levemente alcalina. Mas atenção, não tente alterar o seu pH se não tiver certeza total da qualidade da água de seu aquário, pois sendo uma espécie sensível, isso pode acabar tendo um resultado fatal para seus camarões.

Trocas parciais de água (TPA): 30% semanalmente com água bem oxigenada, sem cloro e outras substâncias nocivas. Tente deixar o pH da nova água o mais próximo possível ao da água do aquário, se isso não for possível, vá colocando a água bem lentamente usando um pires de xícara.


Comportamento do Red Crystal

Eles constamente vivem ocupados e bem ativos. Se uma quantidade de seus camarões começarem a ficar parados e começarem a não se alimentar como de costume, verifique imediatamente a água! Se você notar eles nadando para a superfície da água e logo em seguida ficarem totalmente sem movimento soltos na correnteza da água, então seu aquário estará em estado de emergência.

As trocas das carapaças dos camarões são regulares. Este é um processo onde eles trocam a casca antiga para poderem ficar maiores. Uma nova carapaça é formada pouco tempo depois. Isto é muito parecido como se você troca de camisetas, você precisa ir trocando por camisetas maiores conforme for crescendo. Com isso, se você encontrar uma casca vazia de camarão não se assuste, o ideal mesmo é deixa-la no aquário pois a mesma será devorada pelos camarões sendo uma boa fonte de Cálcio.


Alimentação

Um aquário plantado é melhor pois sempre haver algum tipo de alimento para ele. Eles não destruirão suas plantas saudáveis, preferindo comer plantas em fase de definhamento ou algas, que são fáceis de serem recolhidas com as suas garras. Se você usa injeção de CO2, tome cuidado para que não haja mudanças bruscas de pH nem que o mesmo fique muito ácido para acarretar problemas.

Iluminação não deverá ser 24 horas por dia a não ser que existam áreas densamente plantadas no aquário reservando lugares bem sombreados para os camarões.

O fundo do aquário poderá até ser sem cascalho se a corrente de água não for muito forte.

Não é recomendável o uso de qualquer tipo de química contra algas, parasitas ou outros em um aquário para camarões red crystal.

Não se sinta desencorajado a criar esse tipo de camarão por causa de sua sensibilidade e requerimentos. Em fato, por causa de sua alta sensibilidade, você terá uma grande satisfação ao vê-los ativos e saudáveis em seu aquário.

E nem é preciso falar de suas lindas cores vivas.

2 comentários :

  1. Dicas para Fitas LED durarem mais:

    01 - As fitas Led funcionam em 12V. Use uma fonte com ajuste de voltagem e regule em 11V. Compre uma fonte capaz de fornecer o dobro da amperagem consumida pela fita, para que a fonte não esquente muito.

    02 - Solde um diodo ZENER de 15V e 1 W nos conectores da fita, para proteger os Leds contra picos de tensão. Desta forma, qualquer pulso elétrico acima de 15 volts será drenado pelo zener, prolongando a vida útil dos Leds. O zener tem uma MARCA em uma das extremidades. Essa marca simboliza o cátodo. Solde o lado do cátodo no conector POSITIVO da fita, e solde o outro lado no conector NEGATIVO da fita. Aí basta ligar na fonte. O fio positivo da fonte no positivo da fita, e o fio negativo da fonte no negativo da fita (solde os fios da fonte nos próprios fios de estanho do zener) (um de cada lado do zener, óbvio) para evitar de colocar mais de uma gota de solda direto nos conectores da fita. Se precisar dividir a fita em várias partes, solde um zener em cada pedaço de fita Led.

    03 - Evite ligar e desligar a fita Led MUITAS vezes ao dia. Os Leds vão enfraquecendo a cada acionamento, principalmente se não estiverem protegidos. Assim, cada vez eles necessitam de uma quantidade maior de volts para funcionarem.

    04 - Um dissipador térmico é sempre benéfico.


    (Uma boa idéia para iluminar o aquário)

    ResponderExcluir